O perigo do chocolate para os pets

A Páscoa está chegando e nada melhor do que saborear um belo ovo de chocolate, certo?  Mas para os pets isso pode ser um perigo! Resista aos olhares gulosos do seu bichinho e se for preciso, coma o chocolate longe dele. Entenda o porquê:

Teobromina

Essa é a substância contida no Cacau que pode ser fatal para o pet. A Teobromina não é metabolizada pelo organismo dos animais. De difícil eliminação, a substância se acumula no corpo do pet.

Em grandes quantidades, afeta o cérebro e o coração, causando taquicardia, tremores, convulsão e até a morte. Vale ressaltar que a quantidade não precisa ser ingerida de uma única vez. Como demora até seis dias para ser eliminada, a ingestão de pequenas quantidades em dias seguidos também podem provocar a intoxição, já que se acumulam no organismo do animal.

Fatores

O porte do pet também influencia na intoxicação. Animais pequenos se intoxicam mais facilmente por conta da quantidade de chocolate em relação ao peso. Animais filhotes, normalmente, também acabam ingerindo uma maior quantidade do alimento pela curiosidade natural da idade.

Quanto mais escuro o chocolate, mais Teobromina ele contém. Assim, chocolates amargos são mais perigosos porque em pequenas quantidades há uma dosagem maior da substância, se comparados aos chocolates ao leite. De qualquer forma, mesmo os chocolates brancos não devem ser ingeridos pelos pets por conta dos altos índices de gordura que também são prejudiciais à saúde do animal.

Cuidado redobrado

Muitas vezes, os pets comem o que estão ao seu alcance. Por isso, na Páscoa, época em que o consumo de chocolate aumenta na maioria dos lares, é preciso redobrar o cuidado! Fique sempre atento se o pet não vai ingerir um pedacinho que caiu no chão, sem querer, ou se não vai aproveitar um descuido seu para “atacar” aquela embalagem de ovo de chocolate deixada sobre o móvel.

Fique atento aos sintomas

Mesmo com pequenas quantidades, dependendo do porte do animal, ele já terá reações como vômitos e diarreia. Além disso, o pet também passa a beber mais água e a urinar muito. Em estados mais graves, apresentam náuseas, arritmias cardíacas e convulsões.  Em alguns casos, podem ter hemorragia intestinal em apenas 12 horas após a ingestão do chocolate.

O que fazer em caso de intoxicação

A intoxicação por Teobromina é um caso de urgência médica e o veterinário deve ser procurado imediatamente. Se a ingestão for recente (até três horas), o veterinário provavelmente induzirá o animal a vomitar o que comeu. Muitas vezes, a internação será inevitável para controlar os sintomas e tomar soro na veia.

Infelizmente, não há como reverter o quadro de intoxicação, apenas tratar os sintomas para que o animal se recupere.

Chocolate para cães e gatos

Mas se você não abre mão de comemorar a Páscoa com o seu pet, há “chocolates” específicos. O produto é feito a base de soja e não contém Cacau, cafeína e a tão temida Teobromina. Apesar disso, exageros devem ser evitados e consulte o veterinário para garantir que seu bichinho possa comer a guloseima.

Boa Páscoa!

Att,

Equipe Qualvet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *