Como preparar uma mudança com seu Pet

Os animais costumam ser muito apegados ao seu ambiente doméstico, que nada mais é do que o território deles. Por isso, uma mudança com pet pode ser uma tarefa muito complicada – com cachorro, gato, ou outros.
Nessa hora, devemos buscar deixá-los o mais confortável possível, com ações que começam desde antes da mudança. Vamos explicar tudo isto no post de hoje.

Na hora da mudança

Antes mesmo de se sair de casa já começa a preparação para uma mudança com pets. Isso porque ele pode sentir que há algo de estranho acontecendo, com pessoas que ele não conhece tirando os objetos de casa.
Por isso, o mais adequado é deixá-lo fora de casa enquanto acontece esse processo de mudança. Os móveis vão sair, as coisas dele também e ele pode ficar um tanto traumatizado, por não entender nada do que está acontecendo.
Adicionalmente, indicamos também procurar serviços de profissionais perto da sua nova casa. Procurar por clínica veterinária, preços, veterinário de urgência ou até por onde possa ter bons serviços de banho e tosa é interessante.

Aprenda a acostumá-lo ao novo lar

Outro passo básico e que muita gente não conhece, é como acostumá-lo ao novo lar. A mudança já terá ocorrido e nesse momento é bem provável que o animal esteja um pouco confuso. Afinal, por que nossas coisas vieram parar em outro lugar?
O objetivo do dono, neste ponto, deverá ser mostrar que esta nova casa também é um local para que ele se sinta confortável. Do mesmo modo que era na anterior, deve ser aqui. Por isso, faça tudo calmamente, com muito amor e sem brigar.
Espalhe os objetos do seu bichinho de estimação pela nova casa. Assim, ele vai começar a se sentir parte do local, entendendo que ali também é o lugar dele.
No entanto, se o animal em questão é um gato, pode ser mais indicado deixá-lo restrito a um ambiente num primeiro momento. De acordo com profissionais de medicina veterinária, é comum que alguns fujam em busca da casa antiga.
Em seguida, vá introduzindo apenas aos poucos o novo lar ao bichano. Como as coisas dele estarão espalhadas, vá mostrando tudo e como todos estão confortáveis. Pode usar agrados, como petiscos e produtos para pets que ele gosta.

Cuidados básicos

Por fim, há mais alguns cuidados que são fundamentais na hora da mudança com pets. Aqui entra em cena também o tipo da mudança que foi: para uma casa, para um apartamento? Além disso, onde o dono morava antes?
Bom, acima de tudo, o passo inicial é ter certeza se o local está seguro para animais. Em primeiro lugar, coloque grades ou redes de proteção, para evitar acidentes nas janelas e portas.
Agora entram em jogo as características do lar anterior e do novo. A mudança com pets é de uma casa para um apartamento ou de um apartamento para uma casa? Se for entre locais semelhantes (de um apartamento para outro, por exemplo), as indicações são menores.

1.De uma casa para um apartamento
Saindo de uma casa para um apartamento, o principal problema é de fato com as janelas, as quais já citamos acima. Fora isto, saiba que, se há um cão que vivia no quintal, talvez ele sinta falta de espaço e as saídas à rua devem ser constantes.
Caso ninguém na família tenha tempo, uma boa opção é contratar um dog walker. Estes profissionais levem os cães para passear. Hoje em dia, há muitas formas de se achar alguém de confiança – inclusive por aplicativos, como o nosso Qualvet. Aplicativo onde lhe dará várias opções de serviços veterinários. Baixe ele gratuitamente no Google Play ou Apple Store!

2.De um apartamento para uma casa
No caso oposto, de saída de um apartamento para uma casa, pode ter outro lado negativo também. O dono deve cuidar do aspecto psicológico do animal, principalmente nos cães.
Nos apartamentos, é comum que os donos deixem os animais dentro de qualquer cômodo na hora que quiserem. Quando há uma mudança para uma casa, por vezes acabam restringindo apenas ao pátio.
Essa mudança deve ser muito lenta e gradual, ou então o cão pode se sentir abandonado. É uma indicação veterinária que, nesse período, deixe ele inicialmente em casa. Quando for ao quintal, brinque e faça festa, para ele associar a algo positivo.
Com essas indicações, a estranheza do animal com a troca de ambiente será minimizada. Uma mudança com pets é sempre algo complicado de lidar. Saiba entender o seu animal de estimação com carinho que não deverá ter problemas.

Att,

Equipe Qualvet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *