Até onde a queda de pelos nos cães é normal?

Independente da raça, todos os cães soltam pelos! A única diferença é que alguns soltam mais e outros menos. Soltar pelos é uma forma dos cachorros eliminarem os que estão danificados e deixar que novos cresçam no lugar. Podem sim ocorrer danos pelos mais variados motivos, como:

  • Fatores ambientais
  • Saúde
  • Shampoos
  • Alergia dermatológica
  • Parasitas

O pelo do seu cão passa por fases de crescimento e a duração dessas fases determina o quão frequente o seu cachorro vai soltar pelo.

Os cães que soltam menos pelo são aqueles que a pelagem tem uma fase maior de crescimento, transição e repouso fazendo com que exista uma fase menor de queda.

A perda de pelo sazonal geralmente ocorre no inverno à primavera para que no verão cresça uma pelagem mais leve e curta. No outono o ciclo é revertido, já que o cão perde a pelagem curta e leve do verão para ganhar uma que proteja mais para os meses de frio intenso do inverno.

A mudança é mais óbvia em cães que possuem uma dupla pelagem densa, como os da raça Collie. Essas raças não só tem pelo longo e protetor por cima, como uma segunda pelagem fina e isolante.

Para melhorar a queda excessiva de pelos é aconselhável manter sempre uma pelagem saudável, incluindo uma higiene adequada e escovação, acompanhado por uma dieta saudável.

A frequência vai ser determinada de acordo com o tipo da pelagem de seu cão, assim como o tipo de escova.

Escovar o pelo do seu cachorro remove os que estão soltos, evitando a queda no ambiente e prevenindo os nós. Vale ressaltar que eles adoram o momento exclusivo e ainda cria uma conexão especial e de cuidados carinhosos.

Essas razões de queda natural da pelagem são positivas para o cão, que com esse processo se mantém saudável e protegido.

download-2Há Doenças que podem influenciar na queda de pelo no seu cachorro. Conhecê-lo bem e saber como o ciclo de queda de sua pelagem normalmente se comporta é importante para que o tutor possa identificar o que é um padrão comum de queda e o que é anormal.

A queda excessiva e anormal, podem ser originadas pelos fatores abaixo:

  • Parasitas como pulgas e carrapatos;
  • Infecções fungais ou bacterianas;
  • Reações alérgicas à comida;
  • Problemas relacionados aos rins, fígado e tireoide;
  • Gravidez;
  • Determinados medicamentos;
  • Trauma auto induzido com lambidas e mordidas à área;
  • Câncer;
  • Doenças imunológicas;
  • Queimadura de sol;
  • Contato com substâncias químicas que podem irritar a pele.

Leve ao veterinário, assim que você notar algo diferente no comportamento do seu cão.

Abaixo alguns sintomas que ajudarão você notar que algo está errado:

  • Irritação da pele, incluindo vermelhidão, inchaços, manchas ou cicatrizes;
  • Feridas abertas de qualquer tipo;
  • Falhas ou afinamento do pelo;
  • Pelo seco que sai facilmente;
  • Coceira;
  • Constantes lambidas no local onde o pelo caiu.

Att.

Equipe Qualvet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *